Domingo, 20 de Janeiro de 2008

AMAR




As paredes são como correntes de ferro... Sufocam o meu  pensamento Não consumo o cravo que contagia a minha alma Retiro do coração o espinho que me faz sangrar a mágoa que levo até à cruz. De noite... Revelo baixinho os teus segredos dorados às paredes incertas que fingem não ligar . Amar é arriscar-se a não ser retribuído no amor.Ter esperança é arriscar-se à desilusão. Mas deve correr-se riscos, porque o maior risco da vida é não arriscar . A pessoa que nada arrisca nada faz, nada vê e nada tem e nada é. É incapaz de saber, de sentir, de mudar, de crescer, de amar e de viver."

Quando a tristeza vier ao meu encontro ,
Deixarei cair  dos olhos uma lágrima,
Dos lábios um sorriso e do coração uma prece , rezado a Deus que me acolhe e me proteja como uma anjo seu caindo do céu ...
Pois não são cobarde  por chorar por amor ,
Mas sim aqueles que não amam por medo de chorar.. Esses sim são os grandes cobardes por não se deram oportinidade de sentir algo tão magico e doce como o amor ...

Cada mulher que amei tem de mim exactamente o que cativou , e cada uma é responsável pelo que cativou em mim . O amor está nas mãos daqueles que tem coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos .


publicado por denguepaz às 00:03
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30

.posts recentes

. um dia

. lagrima

. possuir

. perdi

. Descobri

. sonhos

. so

. PAI

. AMAR

. sonho intocavel em mim

.arquivos

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Março 2007

.Videos

blogs SAPO

.subscrever feeds